Do jornalista Políbio Braga

Publicado: 27 de fevereiro de 2014 em Uncategorized
Tags:, , , ,
Frederico Antunes, presidente da Frente Parlamentar dos Precatórios

O presidente da OAB do RS, Marcelo Bertolucci, quer saber os nomes dos escritórios de advocacia envolvidos na chamada Operação Precatórios, desfechada pelo Ministério Público Estadual.

Ele mandou ofício ao MPE, exigindo a lista dos nomes.

O Ministério Público divulgou dados sobre a operação para a imprensa, acusou diretamente grupos de advogados pelo golpe, mas não quis revelar nomes. A OAB acha que é preciso fazer isto.

O editor conversou sobre o caso, ontem, com o presidente da Frente Parlamentar dos Precatórios, Frederico Antunes.

Este tipo de golpe é comum?

Não é comum, mas pode-se esperar de tudo em casos como este.

Por que razão?

Porque sempre que o governo cria dificuldades, acaba criando caldo de cultura para que alguém venda facilidades.

Como é isto?

É isso mesmo. O governo não pode dar calote nos seus credores, dizer que deve, não nega, mas que pagará quando puder. Se fizer isto, alguém tentará fazer a cobrança com ágio, com deságio, com golpes, dentro ou fora da lei. Todo mundo sabe disso. Isto tudo é uma vergonha. O Estado precisa pagar suas dívidas, como qualquer pessoa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s