Amapergs-Sindicato – pelo Presidente Flávio Berneira

Publicado: 6 de maio de 2014 em Uncategorized
Tags:, , , ,
TOMEI A LIBERDADE DE PUBLICAR ABAIXO O TEXTO DA COLEGA LUCI QUE MUITO BEM RETRATA A REUNIÃO OCORRIDA NO DIA DE HOJE COM O CODIPE

Resumo da reunião com o CODIPE por Luci Rigo:

Participaram da reunião os representantes do Governo: Heitor e Gilberto, o presidente da Amapergs Flávio Berneira. As componentes da Comissão pela Aposentadoria das Mulheres da SUSEPE: Andréia, Faltemara, Luci Rigo, Marta, Miracy e Silvana. Os APAS José Eduardo, Vaguene e Sandro.

Inicialmente foi feito uma retomada pelo Flávio, das razões que levaram a categoria a deflagrar o estado de greve. Em seguida tratamos dos seguintes pontos:

  1. Anistia dos dias de greve: foi colocado sobre a insatisfação da categoria em ter que compensar os dias de greve bem como as dificuldades de compensação pelas peculiaridades das casas, das escalas de cada segmento de servidores. Foi solicitado que isto seja revisto pelo governo.
  2. Promoções: Foi levantada a questão do pagamento dos dias de abril, referentes às promoções e explicado que o RHE precisa atualizar as classes dos promovidos, no sistema e esse valor deve sair na próxima folha de pagamento.
  3. Assédio Moral no período pós greve: Os representantes nos perguntaram como foi a volta ao trabalho e foram apontados alguns casos de assédio moral por parte de alguns gestores, assim como atitudes/posturas ou melhor a falta de postura e profissionalismo que não condizem nem moral e nem profissionalmente com pessoas em cargos de chefia. Isso ficou de ser verificado pelo governo.
  4. Reajuste salarial: Embora o Governo não possa assumir um compromisso formal, por escrito com a categoria, visto isso incorrer em ato ilícito, pelo período eleitoral, os representantes do Governo assumem o compromisso de logo após as eleições, sendo este governo eleito ou não, chamarem o sindicato para tratar de como se dará este reajuste.
  5. Situação dos APAS: Foi colocado 3 alternativas para a solução do impasse: 1ª equidade salarial entre APA e Investigador da policia civil; 2ª retomada da verticalidade, que garantiria um ganho salarial mais justo; 3ª remeter para a extinção da função. Neste caso foi entregue um projeto que se baseia na criação do cargo de “Oficial de Serviços Penitenciários” do projeto do Governo Federal, que está em andamento.
  6. Aposentadoria das Servidoras Penitenciárias: Foi nos dito que continuamos dependendo da esfera Federal. Lembramos que o PLP 00275/2001 está na mesa da Presidenta ou a caminho de … o prazo para a sansão da Sra. Presidenta/Candidata, para dar o seu aval é de 15 dias UTEIS. A Comissão deixou claro que na verdade não existe a dependência de uma coisa para que a outra aconteça. (até então não estava atrelada uma coisa a outra) Colocamos também que o projeto que lá tramita é referente às mulheres policiais e não Agentes Penitenciárias. Argumentamos (mais uma vez, e como se fosse a primeira) baseadas na C. F. no seu art. 40, que regulamenta aposentadorias especiais e garante a isonomia entre homens e mulheres.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s