Postal diz que Justiça não impedirá atraso no pagamento de servidores

Publicado: 28 de março de 2015 em Uncategorized
Tags:, ,
Líder do governo acredita que relator pode reverter decisão liminar sobre salários. O salário do Postal não vai atrasar, assim como os 60% dos vencimentos dos funcionários dele na Assembleia Legislativa
De Manoel Aristimunha,

Que estratégia é essa que ameaça, ameaça e depois , mesmo com uma decisão judicial, ainda que passível de recursos, ou desconsideração que seja, saem tripudiando e ameaçando. Que ódio é esse contra Nós Servidores???

thumb

Péssimo deputado

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Alexandre Postal (PMDB), afirmou nesta quinta-feira que o atraso dos salários do funcionalismo irá se confirmar nos próximos meses independentemente de decisões judiciais. O deputado se refere à liminar concedida na quarta-feita a sindicatos de servidores da Brigada Militar, Polícia Civil, Susepe e Instituto Geral de Perícias pelo desembargador do Órgão Especial Jorge Luís Dall’Agnol, que determina o pagamento em dia dos salários dos servidores. Segundo Postal, a liminar expedida pelo Tribunal de Justiça não terá valor caso o Estado não reúna os recursos necessários para honrar a folha de pagamento. “Se tiver dinheiro, paga, se não tiver, não paga. Todos os milagres já foram feitos”, declarou.

Segundo o desembargador Túlio Martins, do Tribunal de Justiça, qualquer liminar pode ser revertida, bastando apenas o entendimento do relator. “Além do recurso, chamado agravo regimental, pode ser feito um pedido ao relator com a apresentação de algum fato”, disse Martins. A alternativa do Piratini pode ser a exposição das contas da Secretaria da Fazenda para comprovar a falta de recursos para o pagamento dos salários dos servidores. Martins afirma que não há crise entre os poderes. “O Judiciário trabalha na mesma direção do Legislativo e do Executivo. Não há conflito entre os poderes”, enfatizou. Preocupadas com os desdobramentos da ação, outras cinco entidades buscaram a via judicial para tentar garantir o pagamento dos vencimentos em dia. Entre elas a Federação dos Servidores Públicos do RS (Fessergs) e o Cpers.

Em sinal de aproximação com o Judiciário, o governador José Ivo Sartori, acompanhado do núcleo de seu governo, visitou na quarta-feira, data da concessão da liminar, o presidente do TJ, desembargador José Aquino Flôres de Camargo. O deputado de oposição Valdeci Oliveira (PT) cobrou ações de Sartori. “O governador está enclausurado no Piratini. É preciso ser claro e parar de fazer esse jogo de cena com os servidores, que a cada dia têm uma notícia diferente sobre seus salários”, disse o petista.

comentários
  1. Susepiano disse:

    VAMOS PARAR O ESTADO!

  2. nilo disse:

    É sempre a mesma conversa, se o nosso Estado não tem dinheiro quem vai ter, um estado com várias arrecadações de impostos elevados, conta outra senhor portal, até parece piada pra boi dormir, pra onde vai o dinheiro então as arrecadações dos impostos? a gente paga imposto até pra peidar e cagar, PRA ONDE VAI ESSE DINHEIRO TODO, QUE NÃO É POUCO. acho que alguém não esta sabendo administrar o dinheiro, tem vários gastos também que podem serem cortados que a gente vê por aí, um exemplo, EXTINGUIR as tal Delegacias Penitenciarias que não servem pra nada, quanto não iriam economizar, em água, luz, combustível, salários, materiais de expediente, alugueis de prédios, começando que os funcionários que estão encostados lá iriam se obrigar a trabalhar nos presídios. fiz uma pesquisa e calculei que sem essas tais delegacias penitenciárias o estado economizaria por baixo uns 5 milhões por mes, olha quanto sobraria para pagar a folha num ano 60 milhões. EU ACHO QUE CADA CASA PRISIONAL TEM O SEU DIRETOR E DEVE SER SUBORDINADO INTEGRALMENTE NA SUSEPE. opinião minha os delegados e os colegas em desvio de função que não levem a mal.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s