Terreno adubado para semear medidas amargas

Publicado: 26 de abril de 2015 em Uncategorized
Tags:, ,
Por Rosane de Oliveira / ZERO HORA.com

Nem bravata, nem enfrentamento com a União: o atraso no pagamento da dívida é uma medida calculada para produzir dois efeitos. Primeiro, injetar R$ 240 milhões no fluxo de caixa e pagar em dia o salário de abril. Segundo, adubar o terreno para as medidas amargas que o governo terá de adotar para realizar mudanças estruturais. A pedalada da dívida foi pensada e repensada para produzir dano mínimo com repercussão máxima.
No cardápio de mais de 30 projetos que devem ser propostos à Assembleia nos próximos meses, estão o aumento do ICMS, o corte de benefícios fiscais, a elevação do limite dos saques dos depósitos judiciais de 85% para 90% e a eliminação de vantagens, como licença-prêmio e incorporação de funções gratificadas para servidores.
O governador e seus secretários sabem que a União está autorizada a reter recursos federais e a sequestrar receita estadual para pagar a parcela da dívida, mas é possível que a Fazenda quite o débito antes que as sanções se consumem. Sartori colheu aplausos de quem acha que ele está “peitando” o governo federal e se recusando a pagar uma dívida que, na prática, já foi paga. Nada disso. O próprio governador fez questão de dizer que não é calote e que o atraso será usado única e exclusivamente em abril.
Se não vai atrasar a dívida em maio, isso significa que outros setores serão os sacrificados, porque em maio a situação tende a ser pior do que em abril. Um exercício elementar de matemática mostra que, se o governo tem de pagar duas parcelas da dívida no mesmo mês, sem perspectiva de receita extra, vai faltar dinheiro.
Em maio, Sartori terá novamente de escolher quem vai para o sacrifício: os servidores, os municípios, os fornecedores ou os demais poderes, que até aqui seguem com os repasses intocados. O governo já pediu colaboração ao Tribunal de Justiça, ao Ministério Público, ao Tribunal de Contas e à Assembleia, mas não encontrou receptividade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s