Após pressão e protesto, governo deve conceder aumento a servidores da segurança

Publicado: 8 de julho de 2015 em Uncategorized
Tags:, , , , , ,
Governo não garante, porém, o cumprimento da lei aprovada na gestão de Tarso Genro para os anos de 2016, 2017 e 2018

Por: Mauricio Tonetto/ZH

PROTESTO COM SSP

Cerca de 10 mil pessoas foram à Praça da Matriz, no Centro Histórico, protestar contra o governador José Ivo Sartori Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Reunidos em frente ao Palácio Piratini, cerca de 10 mil manifestantes cobraram nesta terça-feira do governo Sartori o cumprimento da lei aprovada na gestão de Tarso Genro para o reajuste dos salários de servidores da segurança até 2018. Os líderes das entidades também pediram a derrubada do PLC 206, enviado pelo Executivo à Assembleia, e a nomeação de concursados, suspensa em 2015. Devido á pressão, o governo deverá pagar os reajustes deste ano, mas não garante o cumprimento da lei para 2016, 2017 e 2018.

Sartori negocia para adiar reajuste aos servidores da segurança

O governo reconhece integralizar a parcela de reposição do mês de novembro. Isso é quanto à percepção, e não garantia, de conseguir fazer os pagamentos, porque estamos vivendo todos os dias o desafio do fluxo de caixa e fechamento das nossas contas, mês a mês –  alega o chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi (veja abaixo).

Com a crise financeira, o calendário de reajustes da área da segurança é visto com preocupação — custarão cerca de R$ 4 bilhões no período de Sartori. Uma das ideias do governador, negociada com sua base aliada, é prorrogar a vigência dos pagamentos por meio de projetos que serão votados pela Assembleia. Por isso, milhares de servidores foram às ruas nesta terça cobrar que ele garanta o cumprimento legal. Eles não descartaram uma greve nos próximos dias.

Sartori convoca reunião de emergência para discutir crise

Há outros pontos que nos preocupam no Projeto de Lei Complementar (PLC) 206, como o impedimento de promoções, novas nomeações e concursos públicos. Por conta disso, encaminhamos ao governo o que queremos. Se não avançar, seguiremos mobilizados, em estado de greve, que pode se tornar greve – garante o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado, Flávio Berneira.

Veja como foi a manifestação:

Essas reivindicações serão analisadas por Sartori. Porém, o governo não dá indicativos de levá-las em frente por conta de problemas financeiros.

Nós dissemos que não poderíamos garantir nada, mas receberemos e vamos dar o retorno no decorrer do mês de julho – salienta Biolchi.

Votação da LDO é suspensa antes do protesto

Na manhã desta terça-feira, líderes das bancadas da Assembleia entraram em acordo e suspenderam a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, que servirá de base para a redação do orçamento do próximo ano. A decisão foi motivada pelo falecimento do servidor Júlio Milkewicz Neto, diretor do Departamento de Segurança da Assembleia, em função de complicações cardíacas.

Governo Sartori aguarda parecer para efetivar privatizações

A discussão da LDO seria acalorada. O texto enviado pelo governo José Ivo Sartori previa um reajuste na folha de pagamento de todos os poderes de apenas 3%, o que cobriria apenas o crescimento vegetativo, impulsionado por adicionais por tempo de serviço. Na prática, seria um congelamento de salários para todos os servidores, incluindo os do Judiciário, Legislativo, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria Pública, além do Executivo.

A justificativa do Palácio Piratini é de que a LDO, que serve de base para o orçamento, precisa ser uma peça realista. Líder do governo, o deputado estadual Alexandre Postal (PMDB) afirma que, no momento, não há condições financeiras para projetar correções salariais. Diversos grupos de servidores, em maioria vinculados ao movimento sindical, estão pleiteando ao menos a inclusão da correção inflacionária no documento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s